Anuncie na Revista MOB

Qualidade de VidaSegurança


Corredor Norte-Sul começa a ganhar 740 pontos de iluminação de LED

08/04/2014 por Revista Mob



Um dos eixos viários mais importantes da cidade está ganhando uma nova cara desde que a Prefeitura iniciou, no último dia 21, um projeto de modernização da iluminação do Corredor Norte-Sul, entre a Praça Campo de Bagatelle e o aeroporto de Congonhas. No total, mais de 740 lâmpadas de vapor de sódio serão substituídas pelo tipo LED, que tem mais luminosidade, durabilidade cinco vezes maior e são 70% mais econômicas que as comuns.

iluminação_led

O primeiro trecho a receber a modernização, que faz parte do Programa de Iluminação 2014, fica entre o Aeroporto e o Vale do Anhangabaú – em 17 km serão substituídos 453 postes e serão instaladas 742 novas luminárias de LED. Outras 500 lâmpadas de vapor metálico vão ser instaladas nos outros 3,5 km até a Praça Campo de Bagatelle, substituindo as de vapor de sódio. As intervenções, que tem investimentos de R$ 14 milhões pagos pelo Departamento de Iluminação Pública, deverão ser concluídas na segunda quinzena de maio.

No trecho da avenida Rubem Berta é um dos locais onde as melhorias já foram finalizadas. “A iluminação dos principais corredores faz parte do compromisso de tornar a nossa cidade mais iluminada e, por conseguinte, mais bela, contribuindo, dessa maneira, para a ampliação da qualidade de vida de seus habitantes”, afirmou o secretário de Serviços, Simão Pedro.

A substituição de lâmpadas de vapor de sódio por LED deverão atingir toda a cidade. A medida foi anunciada pelo prefeito Fernando Haddad na última segunda-feira (31). A reforma será feita por meio de Parceria Público-Privada (PPP) e, de acordo com o prefeito, o investimento deve ser pago pela economia de energia proporcionada pelo LED e também pela diminuição dos gastos com manutenção, uma vez que a vital útil de uma lâmpada de LED é superior à de sódio. Após a realização de um chamamento público no fim do ano passado, a Prefeitura recebeu 11 projetos, que estão sendo analisados. Até julho, a administração municipal deve lançar um edital de licitação.

“Em sete anos, tudo será trocado. Para se ter uma ideia do que vai ser São Paulo, basta andar hoje na 23 de maio, que está sendo feita como uma espécie de aperitivo do que vai ser a iluminação em São Paulo. Nós podemos ter a melhor iluminação pública do mundo, se nós tivermos êxito com a licitação que é uma PPP”, afirmou Haddad nesta quinta-feira (3), durante a cerimônia de posse do Conselho de Planejamento e Orçamento Participativo. “Isso está em curso já. Queremos assinar os contratos neste ano para começar os trabalhos no ano que vêm”, disse.

 

 


Anterior
Próximo

  DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO